[postmetainfo]

Dramaturgias do Real

Dramaturgias do Real é resultado do encontro de práticas potentes de criação de realidades a partir de noções diversas de performance corpo e imagem, em desdobramentos tecnológicos, científicos, cênicos, urbanos e sociais. As pesquisas apresentadas renovam a dramaturgia em suas formas políticas e singulares em um drama e um real unificados, que se revelam em novos modos de viver a arte no mundo.

A obra pesquisa conceitos de dramaturgia correntes nas práticas artísticas visuais e cênicas, passando pelo cinema, arquitetura e culturas cênicas e visuais brasileiras que agregam a dramaturgia em formas tão singulares como coletivas. O livro se divide em quatro sessões: A imagem cênica; Territórios do real; Políticas da presença; O corpo desviante. Cada sessão é escrita por quatro autores, dando continuidade ao formato do primeiro volume, com quatro autores convidados em cada sessão.

A obra tem lançamento nacional no VI Simpósio Internacional LAVITS (Latin American Network of Surveillance, Technology and Society) – Assimetrias e (in)visibilidades: vigilância, gênero e raça, na UFBA, Salvador. Em seguida em São João Del Rei, na Galeria Adro, que sedia a feira gráfica dentro da programação do Festival de Inverno da UFSJ, com a video instalação Body Lands (Monica Toledo).

links

  • simpósio salvador
  • editora, galeria adro
  • youtube – registro instalação são joão

Em São Paulo o Dramaturgias do Real estreia em Mostra homônima na SP Escola de Teatro, num evento de três dias de conversas e performances, apresentando em seu encerramento a video instalação Ruínas: Futuro do Presente – com Sergio Kal, Lucas Gervilla, Monica Toledo e Danielle Noronha, que assina o miolo de aquarelas do livro.

Os debates da Mostra trazem três convidados cada, e abordam os eixos temáticos do livro de maneira expandida e ao vivo, em conversa com o público. Estes são os nossos temas:

O teatro documentário, tecnológico e social: intensidades do real e estudos cenográficos, com Cândida Almeida, Marcelo Soler e Gustavo Sol.
O documentário como representação, poética e realismo teatral; a experiência estética e a metodologia poética; os conceitos híbridos de ator, autor, artista; o corpo atravessado e o corpo mediado; o texto como vivência, a leitura como método. Sarau de poesia com Cândida Almeida: dissolvendo fronteiras.

Representação, apresentação e gestos de visualidade do corpo poético, político e social, com Pablo Assumpção, Leandro Moraes e Jorge Garcia.
Formas de apresentação da pesquisa pela arte; autonomia e trajetórias do corpo; corpo mundo, corpo coisa, corpo outro, objeto e imagem; processos de corporeidade; práticas de visibilidade.

Materialidade e visualidade: potencializar espaços e ocupar presentes, com Patrícia Moran, Lucas Gervilla e Ernesto Filho.
A ruína como performance e paisagem; objeto como gesto, percepção e deslocamento; o corpo entre presenças e ausências, arruinado e esvaziado – afetação e expansão; a performance como operador de radicalização – modos de atuar. A imagem materializada: suportes, linguagens, ruídos.

links

  • sp escola de teatro
  • youtube- registros instalação

Em Belo Horizonte o lançamento do Dramaturgias do Real acontece no evento Palavra Trocada, parceria do Grivo Editorial, Impressões de Minas Editora e a Livraria do Cine Belas Artes – que promove a edição do evento “Escritas do Corpo”. A conversa mediada por Monica Toledo tem as participações de Tailze Melo (Escritas Criativas/ PUC Minas), Carlos Falci (Belas Artes/ UFMG) e da bailarina e coreógrafa Patrícia Werneck.

imagens

  • capa do livro
  • sumário (autores e títulos)
  • flyer da galeria
  • miolo 3
  • frames body lands 3
  • 3 posters da mostra (com infos da programação)
  • 4 frames agios ioannis (montagem com aquarela)
  • 2 registros fachada teatro
  • 4 registros dos debates e performances